Visualizações do blog

Seguidores

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

CAVALEIRO FANTASMA

CAVALEIRO FANTASMA


CAVALEIRO FANTASMA
Vendeu a alma ao Diabo
Por algum ideal
Ao ser enganado
Viu vontade maior

Mudou de planos
Traçou seu norte
Fez do erro sua sina
Virou herói sem temor

 Vaga à noite
Mas, tudo é mera ilusão
Quantos cavalgam pelo mundo
Sem nenhum alazão

Poder ou sorte 
De pé no chão?

Ateu Poeta
O QUESTIONADOR

Pacoti-CE, 13/01/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário